Varejo 4.0, armazene dados sobre clientes, produtos e lojas

 

Os varejistas devem ser capazes de capitalizar sobre insights, gerar eficiências por meio da automação e ajustar-se de forma lucrativa as preferências dinâmicas de mercado e clientes, a fim de se diferenciar e prosperar. Para isso, um sistema integrado de gestão focado no varejo, pode ser fundamental.

Na economia digital, consumidores e fornecedores transformados digitalmente continuarão exigindo experiências de compra eficientes e satisfatórias que os alcancem nos lugares e nos dispositivos onde eles querem transacionar.

O SAP Analytics Cloud Retail oferece todos os dados sobre clientes, produtos e lojas de uma maneira organizada. Sua empresa combina dados de diferentes fontes para planejamento, análise e até previsões mais rápidas. A percepção em tempo real de seus processos facilita a concentração em fatores críticos de sucesso, como conversão ou lucratividade.

Beneficie-se de um ambiente de nuvem ágil que está disponível a qualquer hora, em qualquer lugar. Obtenha informações diretas sobre todos os processos de negócios relacionados ao cliente, ao produto e à loja. Aproveite a oportunidade de responder rápida e inteligentemente a circunstâncias ou desenvolvimentos.

verejo 4.0

Estratégias e oportunidades para eficiência e diferenciação competitiva no varejo

Individualização, cada cliente é um seguimento: a personalização é, cada dia mais, uma solicitação dos consumidores. Os varejistas devem tornar cada cliente individual se aplicarem dados de interação de todos os canais e usarem modelos preditivos para proporcionar uma experiência de compra única em qualquer situação e local. Eles podem usar os registros de identidade digital dos clientes para personalizar recomendações e ofertas e adicionar valores às suas necessidades em um by-namebasis.

Marketing personalizado: individualizar, intensifica a interação com o cliente, fornecendo informações em tempo real sobre os produtos levados para o ambiente de montagem e permitindo recomendações e interações, como a solicitação de diferentes estilos e tamanhos, quando na sala de montagem.

Desempenho proativo e prescritivo: permite prever a demanda futura e o preenchimento antes de um pedido ser feito. Os modelos de serviço de assinatura se tornarão a norma na qual os carrinhos de compras são recomendados com entrega com um clique ou preenchimento automatizado para entregar os produtos na porta do cliente com base em percepções preditivas e preferências pré-definidas.

Pedido sob encomenda: as redes flexíveis de suprimento permitirão testes de pedido sob encomenda e modelos de atendimento flexíveis que proporcionarão aos clientes mais escolhas. Combinar a oferta e a demanda com base nas preferências do cliente reduzirá o encolhimento e a deterioração do estoque. A personalização de sortimentos irá melhorar as margens e reduzir as remarcações no final da temporada.

 

Cadeia digital de fornecimento ao consumidor

Cadeias de suprimentos digitais: exigem acompanhamento de ponta a ponta ao longo de todo o fluxo de mercadorias, com produtos totalmente serializados, para os quais cada evento será registrado com a máxima precisão em relação ao código, local e hora do produto. Isso fornece uma visão máxima do status e do progresso da cadeia de suprimentos, permite a automação e gera previsões e previsões precisas usando algoritmos e ciência incorporados. Nas lojas, isso permite a capacidade de aumentar a disponibilidade e o desembolso de prateleira.

Operações orientadas pela demanda: utilizarão análises e aprendizado de máquina para serem executadas em relação a sinais digitais para impulsionar preços, promoção, sortimento e decisões de pedidos em tempo real. Os comerciantes de varejo poderão capitalizar as microtendências com base em clientes individuais ou preferências de grupo, sintetizando rapidamente os sinais de demanda e executando em tempo real.

Fornecedores engajados digitalmente: terceirizar operações de fornecimento de varejo. O inventário gerenciado pelo fornecedor e os modelos de entrega direta permitirão que os varejistas expandam seus sortimentos dinamicamente e executem o atendimento de maneira mais econômica.

 


Fonte: https://www.sap.com/brazil/documents/2016/03/2e5a77d0-627c-0010-82c7-eda71af511fa.html

 

, ,

About Megazine

Notícias, cases e conteúdo sobre soluções de negócios
View all posts by Megazine →

1 thought on “Varejo 4.0, armazene dados sobre clientes, produtos e lojas

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.